terça-feira, 28 de agosto de 2012

Suape vai se transformar em um polo de fabricantes da energia eólica


Pernambuco não quer apenas abrigar parques geradores de energia. O Governo do Estado pretende transformar o Porto de Suape em um grande polo da cadeia eólica. O objetivo é reunir não só os fabricantes de aerogeradores, mas todos os fornecedores do setor. A ideia foi discutida, nesta segunda-feira (27), durante o Fórum Nordeste, no Arcádia do Paço Alfândega, no Bairro do Recife.

De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Frederico Amâncio, que também é presidente do Porto de Suape, o momento pelo qual o mercado passa torna o projeto favorável. "Suape tem uma história que faz parte do processo de desenvolvimento. É um porto que tem a movimentação de biocombustível", afirma.

Ainda de acordo com Amâncio, Suape tem a melhor infraestrutura portuária do país. "Estamos no lugar certo e na hora certa. O mercado está demandando energia eólica e entendemos que temos a melhor estrutura." Ele também reforça que o programa fiscal será mais atrativo para as empresas. "Essa tarifa é 25% do valor do frete de importação. Para a indústria que tem um perfil de peças de grande porte como a eólica, essa isenção é representativa", explica.

"Cerca de 75% dos produtos gerados nos próximos dez anos serão produzidos no Nordeste. Ceará, Rio Grande do Norte e a Bahia serão os pioneiros, mas Pernambuco será incluído com o projeto", conclui.

Fonte: Folha de Pernambuco


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email