quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Braskem deve ter 60% da Petroquímica Suape diretor da Petrobras

A Petrobras negocia com a Braskem a venda de 60 por cento da Petroquímica Suape, atualmente em construção em Ipojuca, no litoral pernambucano. A expectativa é que as conversas avancem no primeiro trimestre de 2012, quando as três unidades industriais da petroquímica iniciarão suas atividades.
Atualmente a Petrobras está sozinha no projeto, por conta da saída do Grupo Vicunha, que detinha 60 por cento do capital, em 2008. Contudo, o objetivo da estatal é permanecer apenas como minoritária, com 40 por cento do negócio, disse à Reuters o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.
Procurada pela Reuters, a Braskem não retornou ás solicitações.
O diretor da Petrobras não divulgou valores da negociação, mas os investimentos feitos pela estatal são de cerca de 5 bilhões de reais.
A Braskem já é parceira da Petrobras no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e a estatal possui 47 por cento do capital votante da Braskem e 35,9 por cento do capital total, por meio de participações diretas e indiretas.
A Odebrecht possui a maior participação acionária, com 50,1 por cento do capital votante e 38,1 por cento do capital total.
No total, a Petroquímica Suape reúne três unidades industriais integradas: uma para produção de 700 mil toneladas por ano de ácido tereftálico (PTA), outra para produzir 420 mil toneladas anuais de polímeros e filamentos de poliéster, e uma terceira, que fabricará 450 mil toneladas por ano de resinas para embalagem PET, todas com início da produção comercial previsto para o primeiro trimestre de 2012. O Complexo Petroquímico de Suape faz parte da carteira de projetos estratégicos da Petrobras e está incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Fonte: EXTRA

Suape encerrará 2011 com crescimento de 34% em movimentação de cargas.

O Porto de Suape, que já é considerado o quinto do Brasil em movimentação de cargas, encerrará o ano com crescimento de 34% em seu volume de operações. O balanço foi realizado hoje (7) pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e presidente do complexo portuário, Geraldo Júlio. De acordo com ele, Suape chegará ao fim de dezembro com 11,3 milhões de toneladas movimentadas.

Só a movimentação de contêineres ultrapassou a marca de 440 mil TEUs (unidade equivalente a 20 pés) e cresceu 35% em relação a 2010. "Para continuar batendo recordes, estamos investindo R$ 1,2 bilhão em obras que melhorem a infraestrutura do Porto de Suape, como a conclusão do píer petroleiro, a dragagem do canal de acesso externo e o início das obras da Express Way", acrescentou o secretário.

Fonte: Diário de Pernambuco

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

''Fábrica de fábricas'' é inaugurada em Suape

A Jaraguá Equipamentos Industriais inaugurou nesta quarta-feira (7) sua primeira fábrica em Pernambuco, no Complexo de Suape, com investimento de R$ 15 milhões. A unidade será a quinta do grupo paulista no País, que já conta com operações nos Estados de São Paulo e Alagoas. A solenidade de partida da planta industrial contou com a participação do governador Eduardo Campos e da diretoria da empresa.

Durante o evento, o grupo sinalizou com a possibilidade de expandir a fábrica local num prazo de dois anos, com outro investimento de R$ 32 milhões, em função do crescimento da indústria de bens de capital no Nordeste.

A fábrica de Suape conta com 700 colaboradores. A unidade fechou contrato com a Petrobras no valor de R$ 1,5 bilhão para fornecer 18 fornos para a Refinaria Abreu e Lima. O presidente da Jaraguá, Wagner Othero, explicou que cada forno tem até 50 metros de altura (o equivalente a um prédio de 15 andares). "Somos uma das três empresas do Brasil com expertise para fornecer esse tipo de equipamento. Estamos trazendo para o Estado uma empresa intensiva em geração de empregos, inovação e tecnologia", reforçou.

O governador Eduardo Campos comemorou a chegada da Jaraguá, lembrando que a empresa vai fortalecer a cadeia do petróleo e gás no Estado. "Nosso objetivo é transformar Pernambuco num polo fornecedor de serviços e equipamentos para esse setor", destacou.

Fonte: JC

Mais Empregos em Suape. STX Promar entra em operação em dezembro de 2013

A PJMR e o estaleiro STX investiram cerca de US$ 150 milhões para construir, em Ipojuca, no complexo de Suape, em Pernambuco, o estaleiro STX Promar. O novo empreendimento deverá entrar em operação em dezembro de 2013, conforme disse ao MONITOR MERCANTIL, Paulo Cesar Chafic Haddad, vice-presidente de offshore e administrativo e financeiro do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), e um dos sócios da PJMR, após a cerimônia de entrega do 1º Prêmio Naval de Qualidade e Sustentabilidade (PNQS), realizado pelo Sinaval e a Fundação ARO na sede da Caixa Econômica Federal (CEF), no último dia 5. 

A terraplanagem, segundo ele, já estão em andamento e, nessa primeira fase serão gerados cerca de 1.500 mil empregos. E na fase de operação cerca de dois mil. Além disso, de acordo com ele, para cada um emprego direto são gerados outros quatro empregos. 

O estaleiro STX Pormar, conforme frisou, já tem em carteira o pedido de oito embarcações do tipo gaseiro que irão operar para a Transpetro. O valor desse contrato gira em torno de US$ 536 milhões. E a previsão do estaleiro para consumo de aço deve ficar em torno de 20 mil toneladas/ano. 

Empresas holandesas chegam ao estado para produzir ar-condicionado e e-boats

     
As empresas holandesas Oxycom e Spark fecham nesta quarta-feira, no Porto Digital, uma parceria para fabricar equipamentos com maior eficiência energética no estado. Segundo informaram os empreendedores em nota à imprensa, diversos acordos serão assinados, e compreendem investimentos de aproximadamente US$ 300 milhões.
O primeiro deles, que envolve investimentos da ordem de R$ 100 milhões por parte da Oxycom, é um aparelho de ar-condicionado que tem custo oito vezes menor do que o convencional e permite economizar 75% de energia. 

A outra parceria será para o desenvolvimento de "E-boats", barcos elétricos para a navegação nos rios brasileiros. O escritório holandês Spark fica responsável pelo design das embarcações que serão fabricadas em estaleiros pernambucanos. Nelas, o motor elétrico será alimentado pela energia gerada por painéis solares, turbinas eólicas de pequeno porte e um sistema hidrodinâmico acoplados ao barco.

O encontro reunirá representantes do governo federal, do Itamaraty, da Secretaria do Meio Ambiente de Pernambuco, da Agência Comercial Holandesa no Recife, executivos das duas empresas e demais empresários.

Fonte: DP

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Eduardo inaugura nova indústria no Complexo de Suape

 

 

 

 

 

 

 

 



O governador Eduardo Campos inaugura amanhã (07) mais um grande empreendimento no Complexo Portuário de Suape. Trata-se da Jaraguá Equipamentos Industriais, empresa líder no setor de bens de capital do País. Com investimentos na ordem de R$ 15 milhões, a indústria será inaugurada em Ipojuca com a presença da presidência do grupo no Brasil, representada pelo presidente do conselho administrativo, Álvaro Bernardes Garcia, além de outras lideranças do setor.

Instalado numa área total de 56.700 m², sendo 4.000 m²  em área construída, e 8.000 m²  já preparados para expansão, o novo empreendimento da Jaraguá, que comanda quatro fábricas no Brasil - sendo três em São Paulo e uma em Alagoas -, gerará 663 empregos diretos e mais 267 indiretos. "Para marcar o início das operações da unidade de Ipojuca, temos a fabricação das tubulações e finalizações dos trabalhos de refratamento, isolamento e serviços complementares para todos os Fornos petroquímicos da Petrobras – RNEST. Contrato no valor de R$ 1,2 bilhão", comemora o vice-presidente do grupo, Nasareno das Neves.


Fonte: Blog do Jamildo

Follow by Email