sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Fiat contratará 4 mil pessoas até março.



BETIM (MG) - Quatro mil pessoas serão contratadas, em março do próximo ano, para iniciar os trabalhos de construção da nova fábrica da Fiat em Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Dada a urgência de capacitar profissionais para atuar na etapa da implantação da indústria, a Prefeitura de Goiana começará a oferecer, a partir de dezembro, cursos de qualificação profissional em diversas áreas da construção civil, que deverão formar pedreiros, eletricistas, encanadores. O anúncio foi feito ontem pelo prefeito de Goiana, Henrique Fenelon, após reunião com a direção da multinacional italiana, realizada na sede da fábrica localizada em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com o gestor, até três meses após a primeira contratação, devem ser chamadas outras três mil pessoas para trabalhar na construção da fábrica. Também serão beneficiados trabalhadores de outras cidades da Zona da Mata Norte, como Araçoiaba, Condado, Itaquitinga, Itambé, Timbaúba, Aliança, Macaparana, Nazaré da Mata, Tracunhaém e Carpina, além das paraibanas Pitimbu, Alhandra, Caaporã e Pedras de Fogo. Segundo o prefeito, a Fiat deseja que o cronograma seja seguido à risca porque quer que a produção seja iniciada em março de 2014. "Eles irão produzir em Goiana o carro da Copa", disse.

"Os cursos serão definidos no seminário que será realizado junto com a Fiat em novembro, que ainda está sem data. Eles passarão para nós a demanda para que possamos distribuir os cursos e as vagas para cada um deles", afirmou. Fenelon disse ainda que as inscrições só começarão a ser realizadas após a entrega desse diagnóstico. As capacitações serão ministradas na Escola Técnica Estadual Aderico Alves de Vasconcelos, na Faculdade de Ciências e Tecnologia Professor Dirson Maciel (Fadima), além das unidades municipais de ensino.

De acordo com ele, quando os profissionais começarem a trabalhar na obra, a Fiat vai oferecer uma capacitação paralela à atividade. "O objetivo é fazer com que essas pessoas sejam aproveitadas quando a produção da fábrica começar", disse. Além disso, também em 2012, 100 estudantes de engenharia das Universidades de Pernambuco (UPE) e Federal de Pernambuco (UFPE) irão à Itália para serem capacitados pelo Instituto Politécnico de Turin, com a finalidade de estarem aptos a atuar na fábrica da Fiat, em Goiana. A seleção desses alunos será feita pelo Governo do Estado.


Da Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email