sexta-feira, 15 de julho de 2011

Promessa de novos investimentos para o Estado deve gerar 1.641 empregos

Caso os protocolos de intenções para implantação de novos empreendimentos para o Estado se concretizem, será investido R$ 1,05 bilhão, gerando 1.641 empregos.


Conheça cada uma das empresas:

1) Grupo FairWay - com sede no Espírito Santo, o grupo é composto por quatro unidades de negócios distintas: mineração, logística, saneamento e energia. O projeto Pernambuco é uma expansão das atividades da EDK, visando o mercado do Nordeste e internacional através da produção de carbonatos para os mercados de tintas, papel, plástico e siderurgia, sendo responsável por toda a cadeia de produção, desde a extração das matérias primas (dolomita e calcita) até a administração de toda cadeia logística do suprimento. A fábrica deve ser instalada em Moreno, terá seis hectares de área e R$ 20 milhões de investimentos, gerando 40 empregos diretos. As obras terão início em outubro deste ano e têm conclusão prevista para abril de 2012.

2) Famastil Taurus - Sediada no Rio Grande do Sul, a Famastil é especialista em ferramentas de construção e jardinagem. Atualmente, além de distribuir sua linha de produtos no mercado interno, exporta para cinco continentes, oferecendo sua qualidade para grandes redes de varejo do mundo todo. Em Pernambuco, a fábrica será instalada em São Lourenço da Mata, terá três hectares de área, R$ 18 milhões em investimentos, 120 empregos diretos. As obras devem começar em setembro deste ano e a operação é prevista para março de 2012.

3) Prat-K Utilidades Domésticas -
Com mais de 10 anos de existência, a Prat-K, com sede no Rio Grande do Sul, tem posição consolidada entre os maiores fabricantes mundiais de prateleiras e passou a explorar esse mercado a partir da constatação da mudança do perfil do consumidor brasileiro. Em Pernambuco, a fábrica será instalada em São Lourenço da Mata, terá três hectares de área, R$ 14 milhões em investimentos, 80 empregos diretos e cronograma de obras previsto para ter início em setembro deste ano e fim em março de 2012.

4) Companhia Brasileira de Materiais de Construção - A empresa pretende instalar-se no município do Cabo de Santo Agostinho, numa área de 15 hectares, dentro do território estratégico de Suape. Tem como principal atividade a moagem de cimento e, em Pernambuco, deve investir R$ 33 milhões, gerando 120 empregos diretos. A previsão para o início das obras é setembro deste ano.

5) Grande Moinho Cearense - Localizado no Porto do Mucuripe, Fortaleza, tem capacidade de moagem 500 ton/dia, e ensilhagem de 220 mil toneladas de trigo, atua em todo Norte e Nordeste do Brasil, tendo como principais produtos as farinhas de trigo D. Maria, Cearense 000, Pré Pão e o farelo de trigo Catahu. A empresa faz parte do grupo controlado por Carlos Francisco Ribeiro Jereissati. Em Pernambuco, será instalada em Ipojuca e terá 4,4 hectares de área, R$ 160 milhões em investimentos e gerará 146 empregos. O cronograma prevê início de obras no começo de março de 2012 e fim em outubro de 2013.

6) Brasil Carbonos - O projeto destina-se à implantação de unidade industrial para beneficiamento e armazenagem de coque verde de petróleo (CVP), que será fornecido pela Petrobras Distribuidora, enquanto cliente da Brasil Carbonos S/A. O beneficiamento em questão resume-se na classificação granulométrica através de britagem e peneiramento separando as frações de o a 10mm e de 10 a 50 mm. A unidade será instalada no município de Ipojuca, em Suape, e terá capacidade de processamento de 100 mil ton/mês. A armazenagem é feita em uma área de 20 mil metros quadrados, com capacidade de armazenamento de 90 mil toneladas de coque. A previsão é investir R$ 100 milhões e gerar 45 empregos.

7) Eletrolux - É a maior fábrica mundial de eletrodomésticos, produzindo 55 milhões de produtos/ano. O Grupo Electrolux é formado por mais de 500 empresas, localizadas em 60 diferentes países, seus produtos são comercializados através de 300 diferentes marcas, em mais de 100 países. Ainda não está definido para onde a planta vai. O investimento será de R$ 30 milhões, 270 vagas diretas serão abertas e as obras devem começar em 2013.

8) Grupo Bolongnesi - O grupo tem 40 anos de experiência nos setores de concessões públicas, construção pesada e imobiliário. Dentre suas principais atividades, destaca-se: desenvolvimento de loteamentos residenciais para classes C e D, concessão para exploração de rodovias, infraestrutura e energia elétrica. Há mais de dois anos desenvolve projetos a Gás Natural Liquefeito, se posicionando mais uma vez como indutor de um novo marco para o setor elétrico brasileiro, ao disponibilizar gás natural importado para a produção de energia. Em Pernambuco, será instalada em Suape e fará investimentos na ordem de R$ 600 milhões. 120 empregos serão gerados. As obras têm início em junho de 2012.

9) Sasazaki Indústria e Comércio - A empresa é reconhecida pela liderança e qualidade de suas portas e janelas de aço e de alumínio e está entre as maiores e melhores indústrias do setor na América Latina. Atualmente, a Sasazaki possui um parque industrial com tecnologia própria, instalado em 73 mil metros quadrados de área construída, localizado em Marília (SP). Os produtos são revendidos por cerca de cinco mil pontos de venda, distribuídos em todo o Brasil e, anualmente, a empresa passa a fazer parte de mais de mais de 200 mil edificações residenciais, comerciais e industriais. Ainda não se sabe onde será instalada no Estado, mas a promessa é que custe R$ 19 milhões e gere 150 vagas diretas.

10) Notaro Alimentos -
Com sede em Belo Jardim, a Notaro atua há dez anos em grande parte do Nordeste e, desde 2001, exporta seus produtos para o Oriente Médio e a Ásia. Conta, atualmente, com mais de 1.200 funcionários e uma capacidade de produção de 4.00 ton/mês. A empresa tem a intenção de instalar-se no município de Brejão, com investimentos na ordem de R$ 40 milhões, numa expectativa de gerar 400 empregos diretos. As obras devem começar em junho do próximo ano.

11) Indústria de Águas e Bebidas do Nordeste (Iban) - A Iban vai montar sua indústria numa área de 10 hectares no município de Bonito, no Agreste Meridional. A fábrica é especializada na produção de cerveja, água mineral, bebidas energéticas e refrigerantes. O investimento será de R$ 25 milhões, numa expectativa de gerar 150 empregos diretos. O início das obras está previsto para dezembro de 2012.

Fonte: Blog do Jamildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email