quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sobram vagas na área de construção civil para o projeto Novos Talentos

Segundo a secretária executiva de Trabalho, Ângela Mochel, ao todo, foram 59.582 inscritos; nas cidades de Serra Talhada, Salgueiro, São Lourenço da Mata e Arcoverde o índice de inscrições foi baixo

Da Redação do pe360graus.com

Reprodução / TV Globo

Foto: Reprodução / TV Globo

As inscrições para os cursos gratuitos nas áreas de indústria, comércio e turismo, oferecidos pelo projeto Novos Talentos, da Secretaria de Trabalho do Estado, terminaram no último domingo (22), mas nem todas as vagas foram preenchidas. Foram oferecidas 5,1 mil vagas para jovens e adultos, com aulas nas unidades do Senai e do Senac em 15 municípios de Pernambuco.

De acordo com a secretária executiva de Trabalho de Pernambuco, Ângela Mochel (foto), nas cidades de Serra Talhada, Salgueiro, São Lourenço da Mata e Arcoverde o índice de inscrições foi baixo. "Cumprindo o edital, a pessoa que não se inscreveu até o domingo, a gente vai preencher através do banco de dados da Agência do Trabalho. As vagas voltadas para construção civil que sobraram, foram as que tiveram o índice menor. Talvez porque no Interior tenha uma dificuldade de acesso à internet. A gente vai fazer um diagnóstico para saber o que aconteceu."

Ela explica que a Agência do Trabalho pode fazer a seleção somente com as vagas que não tiveram o número completo atingido. "Fica como se fosse um banco de reserva. No momento que você não tiver o número total de alunos na sala, esse banco serve para completar essa turma", diz Ângela.

A seleção, lembra a secretária, é por ordem de inscrição. "Hoje, às 14h, a gente deve estar colocando a listagem das turmas formadas, para a pessoa verificar como é que ela deve comparecer, em que local... Esse comparecimento será nas escolas, já inscritas, ela vai à escola a partir do dia 25 e 26 para efetuar sua matrícula", afirma Ângela.

Ao todo, foram 59.582 pessoas inscritas. "Esse foi o primeiro curso que a gente disponibilizou, a gente usou um modelo que a gente tinha feito na época do Estaleiro, em 2007. E a gente, agora, vai usar esse tipo de forma de inscrição. Houve uma concorrência enorme, principalmente dos jovens. Até agora não há uma decisão sobre o que vamos fazer com o restante. Esse é um banco de reservas para esses cursos", explica.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Wärtsilä quer ter oficina em Suape

Finlandesa firmou acordo com o Governo de Pernambuco ainda este mês.

A Wärtsilä, líder global em soluções energéticas para mercados marítimos e de geração de energia assinou no dia 10 de maio (terça-feira), uma carta de intenções com o Governo de Pernambuco, para instalação de um workshop próprio no local.

De acordo com a multinacional finlandesa uma grande movimentação de navios é esperada para o Porto de Suape entre 2012 e 2020. "A fim de ganhar essa fatia de mercado e com o grande potencial que o Nordeste brasileiro apresenta por estar próximo a clientes, a Wärtsilä espera que a criação do workshop nessa localidade facilite o pós-venda para as áreas de Power Plants e Ship Power", observa o presidente da Wärtsilä Brasil, Robson Campos. De acordo com ele hoje a Wärtsilä emprega cerca de 100 colaboradores nas sete usinas termelétricas que opera no Nordeste.

A região recebe hoje investimentos da ordem de US$ 17 bilhões. São mais de 100 empresas instaladas e outras 35 em fase de implantação. Uma refinaria de petróleo, três plantas petroquímicas e o maior estaleiro do hemisfério sul estão em construção no local, consolidando um grande polo de bens e serviços para as indústrias de petróleo, gás, offshore e naval.

Perfil- A Wärtsilä é uma empresa de origem finlandesa líder global em soluções energéticas de ciclo de vida completo para mercados marítimos e de geração de energia. A companhia já instalou mais de 4 mil usinas termelétricas no mundo, na área de Power Plants. Na área marítima (Ship Power), os motores da Wärtsilä equipam 65% dos navios de cruzeiro construídos nos últimos três anos. Criada em 1834, a Wärtsilä tem cerca de 18 mil funcionários em mais de 70 países.

A Wärtsilä no Brasil- A Wärtsilä chegou ao Brasil em 1990, onde emprega mais de 600 funcionários. Opera seu escritório matriz e um centro de serviços no Rio de Janeiro, além de outro centro de serviços em Manaus (AM) e possui presença em outros oito estados brasileiros. A empresa projetou e construiu 22 usinas no país e ultrapassou a marca de 2,0 GW de potência instalada. Na área naval, a companhia tem no Brasil base instalada com capacidade superior a 800 MW em mais de 200 navios e embarcações.

Fiat vai produzir veículos no Nordeste

Em breve, o Nordeste vai ganhar mais uma fábrica de automóveis e comerciais leves. A Fiat confirmou formalmente o aporte que está contido nos R$ 10 bilhões que a empresa aprovou para o Brasil (período de 2011 a 2014), dos quais R$ 7 bilhões serão destinados a Minas Gerais.

A fábrica da Fiat Automóveis será no centro de um polo industrial que será formado em área 4,4 milhões de metros quadrados, no Complexo de Suape (PE). O polo industrial reunirá fornecedores de componentes e sistemas. Segundo a montadora, a localização estratégica de Suape representa vantagem na movimentação de suprimentos e de produtos acabados. Resultará, também, em ganhos de competitividade para atender ao crescimento do mercado automotivo brasileiro.

A nova fábrica da Fiat será projetada com capacidade para produzir aproximadamente 200 mil veículos por ano. Ao operar à plena capacidade, o polo industrial de Suape criará 3.500 empregos diretos. A fábrica produzirá novos modelos de automóveis, desenvolvidos no Brasil e voltados para a demanda do consumidor brasileiro e latino-americano. O projeto inclui, também, a implantação por iniciativa do Governo Estadual de Pernambuco, de Centro de Treinamento e Capacitação, para qualificar os recursos humanos a serem demandados pelo polo automotivo de Pernambuco.

Pedra fundamental

O lançamento da "pedra fundamental" da nova fábrica da Fiat no Complexo Industrial Portuário de Suape, na Região Metropolitana de Recife, ato simbólico de início das obras, ocorreu no dia 28 de dezembro de 2010, no Porto de Suape, com a presença de cerca de 1.000 convidados, entre autoridades, membros da comunidade e imprensa especializada. Este Caderno de Veículos esteve acompanhando aquele ato solene. 

A decisão da Fiat  de investir no Nordeste, salvo melhor juízo, é altamente inteligente, oportuna e estratégica. Faz-nos lembrar a instalação daquela montadora em Betim, Minas Gerais, há muitos anos. Uma expressiva quantidade de pessoas manifestou descrença na iniciativa. 

terça-feira, 10 de maio de 2011

Suape participa, pela primeira vez, de conferência nacional sobre tecnologia de equipamentos

O Complexo Industrial Portuário de Suape participa, pela primeira vez, da 11º edição da Conferência de Tecnologia de Equipamentos - Coteq, que acontecerá entre os dias 10 e 13 de maio, no Enotel Resort, em Muro Alto, no município de Ipojuca. A participação do Porto de Suape será de grande importância para o Projeto Suape Global, pela oportunidade de difundir as técnicas de Ensaios Não Destrutivos (EDN) e inspeção, através de ações voltadas para aprimoramento da tecnologia e, consequentemente, do pessoal e das empresas envolvidas no tema. 

O ritmo acelerado de crescimento econômico credenciou Pernambuco a sediar o evento, já que uma das razões desse crescimento é a implantação de projetos estruturadores no Complexo Industrial Portuário de Suape. Obras como a Refinaria Abreu e Lima, a Petroquimica Suape, o estaleiro Atlântico Sul, a montadora da Fiat, fazem de Suape um dos maiores fornecedores de bens, equipamentos e serviços industriais do país.

A solenidade de abertura acontecerá hoje (10) às 18h. No dia 11, às 11h20, o diretor do projeto Suape Global, Silvio Leiming, fará uma palestra sobre a história de Suape e a transformação do Porto em um referencial para o Brasil. "Será uma grande oportunidade para termos no nosso estado a presença de importantes entidades empresariais nas áreas de petróleo e gás. Estamos a cada dia atraindo novas empresas, formando assim os diversos clusters no estado. A consolidação desses clusters é só uma questão de tempo", afirma o vice-presidente do Porto de Suape, Frederico Amancio.

Está prevista na programação do evento a realização de cursos técnicos de curta duração, além de visitas técnicas à Refinaria Abreu e Lima, ao Estaleiro Atlântico Sul e à PetroquímicaSuape. Haverá também o sorteio de um sobrevoo pelos 13 mil e quinhentos hectares do Complexo, promovido pelo Porto de Suape.

 O evento é uma promoção da Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção – Abendi, em parceria com a Associação Brasileira de Corrosão – Abraco, e Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis – IBP.

Fonte: Blog do Jamildo

Follow by Email