domingo, 20 de fevereiro de 2011

Boom de vagas na área química

Depois de anos estudando para concursos, hoje Claudiândela Vieira Cavalcanti, 32 anos, está rindo à toa. Ela faz parte de um grupo de oito pessoas aprovadas para o cargo de auxiliar de produção têxtil (nível médio), no primeiro concurso aberto pela Citepe, uma das empresas da PetroquímicaSuape, em 2009. A PQS, um complexo integrado com três unidades industriais, vai gerar 1,8 mil empregos diretos na operação, mas segundo estimativas da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), o impacto na indústria química local será de 5,8 mil vagas até 2014.


Claudiândela Vieira Cavalcanti comemora aprovação em seleção e emprego na PQS e ensina: ´Passar não é difícil, mas tem que estudar. Foto: Juliana Leitao/DP/D.A Press
O resultado do concurso da Citepe saiu praticamente de forma simultânea à seleção pública promovida pela Secretaria Estadual de Educação, na qual Claudeândela também foi aprovada. Mas ela não teve dúvida: apostou em Suape. A então candidata concorreu com 126 pessoas. ´Achei que aqui eu teria mais chances de crescer`, diz. E ensina: ´Passar não é difícil, mas tem que estudar. Conhecimento é tudo`. 

Natural de Serra Talhada, a 415 quilômetros do Recife, no Sertão, Claudiândela migrou para a capital há 11 anos. ´Eu queria correr atrás de um objetivo, trabalhar, ser independente`, conta a sertaneja, que já passou por duas separações e tem três filhos. Por ter feito o curso de licenciatura em matemática, passou a maior parte de sua vida produtiva em sala de aula. O desejo de mudança, entretanto, sempre esteve latente. De 2008 para cá foram pelo menos 15 concursos, até o ingresso na planta de filamentos e fios de poliéster em Suape.

Essa unidade está em pré-operação desde agosto de 2010, com duas das 64 máquinas previstas em funcionamento. Diferentemente das plantas de PTA e PET, que ainda estão em fase de construção. Juntas, as duas empresas já abriram 274 postos de trabalho, incluindo as 92 vagas cujo edital ainda está em aberto. Se tiver interesse corra, pois as inscrições terminam no próximo domingo, dia 27, (www.cesgranrio.org.br). Há previsão de serem realizados mais dois concursos neste ano. 

Engenheiro químico, Rodrigo Pontual, 34 anos, também conseguiu ser aprovado para o cargo de supervisor de produção (nível médio) na PetroquímicaSuape no concurso de 2009. Eram 112 candidatos para duas vagas. ´Sempre quis trabalhar na área química, mas essa área tinha pouco destaque em Pernambuco. Vi esse concurso no jornal, consegui me inscrever e deu tudo certo`, comemora. 

Desde então Rodrigo vem participando de vários treinamentos, tendo inclusive passado duas semanas na Índia conhecendo uma planta similar da Reliance, em Hazira. ´Foi uma experiência bastante interessante. O conhecimento que adquirimos lá estamos repassando aos que chegam depois`, conta o engenheiro, considerando-se um privilegiado por estar participando do pontapé inicial da PQS. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email