quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Píer Petroleirono Complexo Industrial e Portuário de Suape está concluído

Uma das maiores e mais complexas obras realizadas no Complexo Industrial e Portuário de Suape está concluída. O Píer Petroleiro, que possui 2,2km de extensão mar adentro, está pronto para receber a navegação e atracação de navios petroleiros para a Refinaria de Abreu e Lima. Porém, apesar da conclusão dentro do prazo estimado, a obra ainda não tem data marcada para ser inaugurada.

A obra contempla a construção de dois terminais de atracação, de 110.000 e 170.000 TPB (Suezmax), a dragagem da bacia de evolução do porto, a construção de uma tubovia, o prolongamento e reforço do molhe e melhoria do acesso viário do Porto de Suape.

Para sair do papel, o projeto executado pelo consórcio CBPO/OAS/ Andrade Gutierrez recebeu investimentos da ordem de R$ 367 milhões, e deve começar a operar no primeiro trimestre de 2013, quando a Refinaria também deve entrar em funcionamento.

De importância vital para o funcionamento da Refinaria Abreu e Lima, o píer representa a conexão entre Suape e o estado do Rio de Janeiro, um dos maiores exportadores de petróleo do País. "É uma obra fundamental para garantir a logística de importação de petróleo cru que vem do Rio de Janeiro. Com o píer poderemos trabalhar com os navios, e obter maior eficiência no escoamento e na distribuição do produto produzido em Suape", disse o presidente da Refinaria Abreu e Lima, Marcelino Guedes.

De acordo com o diretor de Engenharia e Meio Ambiente de Suape, Ricardo Padilha, a obra inclui a construção de uma tubovia de mais de dois quilômetros de comprimento, onde ficará a tubulação de petróleo que chega e que volta para carregar os navios. "Além disso, garantimos a ampliação do mole, que cresceu em 100 metros, e o melhoramento de toda via de acesso ao mole (estrutura de pedra que estabiliza o navio no mar no momento da atracação), que foi pavimentada, asfaltada e alargada", completou. Inicialmente o cronograma do projeto previa a sua conclusão para o mês de setembro de 2010.

Fonte: Folha de Pernambuco (PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email