quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Lula faz anúncio oficial da fábrica da Fiat em Pernambuco

Ampliar

Reprodução / TV Globo

Foto: Reprodução / TV Globo


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva veio ao Estado nesta terça-feira (14) para lançar a montadora da Fiat. A instalação da fábrica será no Complexo Industrial Portuário de Suape. O investimento está estimado em R$ 3 bilhões para a construção da montadora, de um centro de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e plataformas, além de treinamento de recursos humanos para operar o novo empreendimento. 

A nova fábrica terá capacidade para produzir cerca de 200 mil unidades por ano e vai gerar aproximadamente 3,5 mil empregos diretos. O projeto inclui também a implantação de um centro de treinamento e capacitação, voltado para o polo automotivo de Pernambuco e pelos negócios que se consolidarão ao seu redor.

De acordo com o Governo do Estado, a unidade produzirá novos modelos de automóveis, desenvolvidos no Brasil e voltados para a demanda do consumidor brasileiro e latino-americano.

A passagem do presidente mais uma vez em Pernambuco foi em tom de despedida. Após oito anos à frente do Palácio do Planalto, Lula participou de duas agendas e aproveitou para se despedir com um discurso emocionado. Mas o presidente fez questão de deixar claro que se despede apenas do cargo e não das viagens pelo País.

"Saio do Governo com a consciência tranquila, alegre, feliz. Em primeiro lugar, por ter estabelecido uma relação extraordinária com o povo brasileiro. Não teve nenhum momento do mandato em que tive medo de conversar com qualquer cidadão brasileiro. Em segundo lugar, pela relação que mantive com os governadores. Acho que nunca na história do País um presidente tratou os governadores com o respeito que tratei. Não faltou solidariedade, não faltou companheirismo, não faltou dinheiro". 

"Não verei mais vocês até o ano que vem. Eu disputei eleições em 1989, 1994, 1998 e perdi. E cada vez que perdia, eu não me escondia, eu voltava para a rua. Depois ganhei em 2002, 2006 e agora elegemos Dilma, que pode fazer mais e melhor do que eu. Se quando eu perdia, não me escondia, por que vou me esconder agora que ganhei? Pode ficar certo que vou continuar andando por esse País, vou continuar viajando", afirmou Lula.

E a próxima visita já tem data. De acordo com Lula, será em 2012, ao lado da futura presidente Dilma Rousseff, na inauguração das obras de transposição do rio São Francisco. "Não sabem o que passa o povo do interior desse País. É por isso que estamos fazendo essa obra. Tivemos muitos problemas, ambientais, com empresas que quebraram, com o Ministério Público, mas nós vencemos a batalha e em 2012 estarei nessas bandas, ajudando Dilma a inaugurar a transposição definitiva das águas do São Francisco", prometeu o presidente.

Foi justamente uma visita a obra de transposição que começou esta viagem do presidente pelo Nordeste. Lula esteve pela manhã na cidade paraibana de São José das Piranhas, onde inaugurou as obras de um túnel do rio São Francisco. 

De lá, ele veio para Pernambuco, onde teve dois compromissos. O primeiro foi a entrega de títulos de posse em vilas de um programa de assentamento integrado à transposição do rio São Francisco. E o segundo foi o anúncio oficial da instalação da fábrica da Fiat. Todos os eventos foram na cidade de Salgueiro, no Sertão do Estado
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email