domingo, 27 de junho de 2010

Suape atrai e impressiona empresariado texano

No final da tarde dessa terça-feira (22), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, recebeu representantes da maior cadeia de petróleo e gás do mundo, localizada na região de Houston (Texas).

Em comitiva formada por pelo menos 30 empresários estavam representantes da FMC, uma das líderes mundiais na indústria do petróleo; da Cameron, que atua em segmentos de produção, refino e transporte, e pretende instalar uma nova unidade no Brasil; da Circor, uma das maiores fabricantes de válvulas e atuadores do mundo; e da Weatherford, fabricante de equipamentos como sistemas de perfuração e dutos.

"O potencial de crescimento de Suape está acima da média. Estou impressionado. As oportunidades em offshore são as melhores para o meu grupo e estamos analisando como estabelecer negócios aqui", confessou o empresário Alvaro Marzullo, da Circor.

Em Suape - Durante o dia de ontem, a agenda da comitiva deu-se com uma visita ao Complexo Portuário. Depois de conhecerem o Centro de Treinamento de Suape (Cetreino), os americanos foram recebidos pelo diretor do Suape Global, Sílvio Leimig, na Sala do Investidor, que fez a apresentação, através de palestra e vídeo institucional, sobre os investimentos e os projetos estruturadores do Complexo, a exemplo do Estaleiro Atlântico Sul, PetroquímicaSuape e Refinaria Abreu e Lima.

"A vinda desses empresários é mais um resultado das missões internacionais realizadas pelo Suape Global, sob a liderança do governador Eduardo Campos e do secretário Fernando Bezerra Coelho", comentou Silvio Leimig.

Marco Petkovic, representando o presidente na Refinaria Abreu e Lima, Marcelino Guedes, falou da expansão da Petrobrás e das perspectivas através do pré-sal; focou parte de sua apresentação no tripé pesquisas, pessoas e tecnologias e concluiu falando sobre o Porto Digital e os cursos universitários de Pernambuco, parceiros de Suape.

Em seguida, o assessor da PetroquímicaSuape, Sonny Hansen, apresentou a estrutura e produção da maior planta de filamentos de poliéster das Américas, destacando a geração de mais de 5 mil empregos diretos em sua fase de implantação, sendo 70% deles destinados a pernambucanos.

Os principais equipamentos já estão disponíveis no canteiro de obras. Para encerrar o encontro em Suape, pela manhã, os empresários reuniram-se em rodada de negócios.


OUTRAS MISSÕES
O Suape Global já esteve em missão, entre outros países, no Canadá, na Coreia do Sul, China, Espanha e Inglaterra. "O mundo está passando a conhecer Suape. O intercâmbio com empresas de outros países vem exatamente na direção de consolidar nosso Estado como polo mundial provedor de bens e serviços para as áreas de petróleo, gás, offshore e naval", comentou Sílvio Leimig.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email