terça-feira, 29 de junho de 2010

Estaleiro sorteia casas entre os funcionários

O Estaleiro Atlântico Sul (EAS) concluiu a primeira etapa do sorteio para selecionar os funcionários que serão contemplados pelo programa habitacional da empresa, que está investindo R$ 75 milhões na construção de um condomínio residencial com 1.328 unidades, em Ipojuca. Com quase 4 mil funcionários, o EAS precisou recorrer ao sorteio para distribuir as casas. Nesse primeiro momento foram 648 trabalhadores. A segunda seleção está programada para acontecer neste segundo semestre.
 
O programa habitacional é uma estratégia do estaleiro para fidelizar a mão de obra, num cenário em que outros empreendimentos anunciam implantação no Complexo de Suape. Para qualificar os profissionais, o EAS investiu na construção de um centro de treinamento e financiou parte da capacitação dos funcionários no Senai. O projeto também vai contribuir para minimizar o déficit habitacional em Ipojuca e na região do Território Estratégico de Suape, que chega a 35 mil residências.

O condomínio fica localizado num terreno de 71 hectares próximo à área de expansão do centro de Ipojuca, às margens da rodovia PE-60 e a 30 minutos da empresa, de automóvel. O terreno abrigava um canavial, símbolo do antiga base econômica local. O projeto inicial do EAS era construir 2 mil casas, depois o número foi reduzido a 1,5 mil e depois para 1.328, em função da topografia do terreno, que não permitia a construção de um número maior de casas.

A definição dos funcionários que podem participar dos sorteios dá prioridade aos operários de chão de fábrica. Os contemplados ganham o direito de morar de graça nas casas do Programa e, caso completem 12 anos de trabalho no estaleiro, recebem o título de propriedade do imóvel. O projeto prevê casas com tamanho de 49,5 metros quadrados, que permitem o enquadramento no programa Minha casa, minha vida, da Caixa Econômica Federal. O contrato de financiamento será firmado em nome do trabalhador beneficiado, mas as parcelas serão pagas pelo Atlântico Sul.

As casas têm dois quartos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e garagem e fazem parte de um condomínio projetado de acordo com tendências arquitetônicas e urbanísticas modernas, com infraestrutura que inclui escola, minimercado, padaria, área de lazer, academia, ciclovia e outros benefícios.

Os primeiros sorteados devem receber as casas até o final deste ano e entrar para morar no início de 2011. O condomínio, em fase de terraplenagem, está sendo erguido pela Pernambuco Construtora e deve ficar pronto até dezembro deste ano. As obras começaram em dezembro de 2009. As 680 unidades restantes serão sorteadas no segundo semestre para serem construídas e entregues em 2011.

Fonte: Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email