terça-feira, 29 de junho de 2010

Estaleiro sorteia casas entre os funcionários

O Estaleiro Atlântico Sul (EAS) concluiu a primeira etapa do sorteio para selecionar os funcionários que serão contemplados pelo programa habitacional da empresa, que está investindo R$ 75 milhões na construção de um condomínio residencial com 1.328 unidades, em Ipojuca. Com quase 4 mil funcionários, o EAS precisou recorrer ao sorteio para distribuir as casas. Nesse primeiro momento foram 648 trabalhadores. A segunda seleção está programada para acontecer neste segundo semestre.
 
O programa habitacional é uma estratégia do estaleiro para fidelizar a mão de obra, num cenário em que outros empreendimentos anunciam implantação no Complexo de Suape. Para qualificar os profissionais, o EAS investiu na construção de um centro de treinamento e financiou parte da capacitação dos funcionários no Senai. O projeto também vai contribuir para minimizar o déficit habitacional em Ipojuca e na região do Território Estratégico de Suape, que chega a 35 mil residências.

O condomínio fica localizado num terreno de 71 hectares próximo à área de expansão do centro de Ipojuca, às margens da rodovia PE-60 e a 30 minutos da empresa, de automóvel. O terreno abrigava um canavial, símbolo do antiga base econômica local. O projeto inicial do EAS era construir 2 mil casas, depois o número foi reduzido a 1,5 mil e depois para 1.328, em função da topografia do terreno, que não permitia a construção de um número maior de casas.

A definição dos funcionários que podem participar dos sorteios dá prioridade aos operários de chão de fábrica. Os contemplados ganham o direito de morar de graça nas casas do Programa e, caso completem 12 anos de trabalho no estaleiro, recebem o título de propriedade do imóvel. O projeto prevê casas com tamanho de 49,5 metros quadrados, que permitem o enquadramento no programa Minha casa, minha vida, da Caixa Econômica Federal. O contrato de financiamento será firmado em nome do trabalhador beneficiado, mas as parcelas serão pagas pelo Atlântico Sul.

As casas têm dois quartos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e garagem e fazem parte de um condomínio projetado de acordo com tendências arquitetônicas e urbanísticas modernas, com infraestrutura que inclui escola, minimercado, padaria, área de lazer, academia, ciclovia e outros benefícios.

Os primeiros sorteados devem receber as casas até o final deste ano e entrar para morar no início de 2011. O condomínio, em fase de terraplenagem, está sendo erguido pela Pernambuco Construtora e deve ficar pronto até dezembro deste ano. As obras começaram em dezembro de 2009. As 680 unidades restantes serão sorteadas no segundo semestre para serem construídas e entregues em 2011.

Fonte: Jornal do Commercio

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Ajude: confira a relação de postos para donativos


Ajude: confira a relação de postos para donativos

 As chuvas da semana passada e últimos dias deixaram mortes e milhares de desabrigados no Estado. Entidades civis, de trabalhadores e empresariais e os governos federal, estadual e municipal estão mobilizando a sociedade para ajuda humanitária e doações.

 

Alimentos não perecíveis, água mineral, colchões, lençóis, material de limpeza, produtos de higiene pessoal, roupas e sapatos infantis podem ser doados em diversos locais de coleta. O Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco (SinjoPE) se incorpora a essa corrente de solidariedade e se integra no apoio às famílias atingidas divulgando locais para entrega de doações.

 

 

Veja relação de postos para donativos:

 

Sistema Jornal do Commercio de Comunicação

 

Recife

Rua do Lima, 250 e Rua da Fundição, 257 - Santo Amaro - Das 8h às 19h.

 

Loja de serviço JC: Rua Siqueira Campos, Galeria São Francisco, No. 160,

loja 5 - Santo Antônio.Das 8h às 18h

 

Interior

Caruaru - Sistema Jornal do Commercio em Caruaru - Avenida José Pinheiro dos

Santos, 351 - Caiucá/Das 8h às 18h.

 

Pesqueira - Rádio Jornal Pesqueira- Avenida F. Pessoa de Queiroz, s/n

 

Garanhuns - Rádio Jornal Garanhuns- Avenida Rui Barbosa, s/n - Heliópolis.

 

Petrolina - TV e Rádio Jornal - Avenida Souza Filho, 631 3º andar sala 0 1 - Centro.

 

Limoeiro - Rádio Jornal Limoeiro- Rua Vigário Joaquim Pinto, 721. 

 

Diario de Pernambuco/Diários Associados

 

Recife

 

Prédio-sede: Rua do Veiga, 600, Santo Amaro. Fone: 2122.7850/2122.7889

 

Centro de Distribuição Cordeiro: Avenida do Forte, 100. Fone: 3453.1620

 

Centro de Distribuição Imbiribeira: Rua Pampulha, 212. Fone: 3471.0181

 

Loja de Casa Amarela: Estrada do Arraial, 3585. Fone: 3269.9640

 

Loja Diario Centro: Praça da Independência, 38/40. Fones: 2123.4101/4102/4103

 

Loja Boa Viagem: Avenida Conselheiro Aguiar, 4880 Loja 13. Fone: 3467.3381

 

Centro de Distribuição: Rua Heitor Maia, 1.442, Sítio. Fone: 3426.7506.

 

Loja: Avenida Getúlio Vargas, 692, loja 20. Bairro Novo - Olinda. Fone: 3439.1743

 

 

Prefeitura do Recife

Avenida Cais do Apolo, 925, Bairro do Recife.

 

Assembleia Legislativa

 

Quartel da PMPE no Recife

Bairro do Derby

 

Quartel do Corpo de Bombeiros

Avenida João de Barros, 399.

 

Instituto Federal de Pernambuco (IFPE)

Todos os prédios do Instituto nas cidades de Recife, Ipojuca, Belo Jardim,

Vitória, Pesqueira e Barreiros. Informações: (81) 2125-1639.

 

IASC

Rua Imperial, 202, Bairro do Recife.

 

Lojas Bompreço

Os donativos devem ser entregues nas lojas Hiper

Bompreço de Boa Viagem, Avenida Recife e Casa Forte.

 

OAB - PE - Rua do Imperador Pedro II, 235, Santo Antônio.

Em Caruaru - Rua Cônego Júlio Cabral, 267, Bairro universitário.

 

Faculdade Maurício de Nassau

Rua Guilherme Pinto, 114 - Graças.

E também na Rua Fernandes Vieira, 110 - Boa Vista.

 

Faculdade Joaquim Nabuco

Avenida Senador Salgado Filho S/N - Centro -

Paulista/PE - CEP: 53.401-440

RECIFE: Avenida Guararapes, 233 - Centro -

Recife/PE

 

Federação Espírita de Pernambuco

Avenida João Barros, 1629 - Recife - PE,

 

Instituto Pró-Cidadania

Rua Castro Alves, 343 - Encruzilhada - Recife/PE.

 

Conselho Regional de Enfermagem

Rua Barão de São Borja, 243 Recife - PE.

 

Lojas Frutaria

Avenida Conselheiro Aguiar, n° 3621 – Boa Viagem.

Avenida 17 de agosto, n° 125 - das 7h às 20h – Casa Forte.

 

Legião da Boa Vontade (LBV)

Rua dos Coelhos,219, Boa Vista.Fone:(81)3413-8600

 

Sintepe

Rua General Semeão, 39, em Santo Amaro. Fone: 2127-8876.

 

 

CABO DE SANTO AGOSTINHO

 

Centros de referência em Assistência Social (Cras)

Ponte dos Carvalhos e do Cabo de Santo Agostinho

 

Secretaria Municipal de Programas Sociais e da

Recolhimento pode ser requisitado pelos telefones: (81) 3521-6759 / (81) 3521-6718

 

Centros de Referência em Assistência Social

Avenida Israel Felipe, na Vila Roca, e na Avenida Diomedes Ferreira, em Pontes dos Carvalhos

 

Colégio Apoio

Rua Conselheiro Nabuco, 44 - Casa Amarela 

 

 

NO INTERIOR:

 

Secretaria de Ação Social de Gravatá

Rua Francisco Bezerra de Carvalho, em Gravatá, ou em caminhões que passam pelas ruas coletando doações.

 

Quartéis da PM e Corpo de Bombeiros/Prefeitura de Gravatá

 

Secretaria de Finanças, Secretaria de Saúde/Secretaria de Ação Social

Rua Francisco Bezerra de Carvalho, Centro, e Praça da Matriz -

(81) 3563-9057 / 3563-9037

 

Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS-PE)

Rua Amaro Bezerra nº 489 Derby – Recife. Fone (81) 3423-0604 / 3423-9907

Recebendo doações das 8h às 12h e das 13h às 17h

 

Prefeitura Municipal de Barra de Guabiraba

Recolhendo doações nos números abaixo: (81) 8848-1144 / (81) 9144-6052 -

(81) 9144-6053 / (81) 3758-1145

 

 

OUTRAS FORMAS DE DOAR:

 

Cidade Alta Transportes em Paulista, Olinda e Recife

Os 223 ônibus de 31 linhas são pontos de arrecadação intinerantes.

 

Banco do Brasil

Agência 0710-2, conta corrente 6070-4

 

 

DOAÇÕES DE OUTROS ESTADOS:

 

Moradores de outros Estados interessados em doar devem procurar as defesas civis locais e informar o destino da ajuda (Pernambuco ou Alagoas). Campanha Solidária A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE) está também com uma campanha para arrecadar doações para as famílias que estão desabrigadas no interior do Estado.

 

A instituição está fazendo recolhimento de alimentos não perecíveis, roupas, calçados, colchões, artigos de higiene pessoal, entre outros itens. Os materiais serão enviados aos municípios que estiverem precisando de apoio.

 

As doações devem ser encaminhadas para a sede da FCDL-PE, que fica na rua do Riachuelo, 105, 4º andar, sala 401, bairro da Boa Vista, em Recife. Mais informações pelo telefone (81) 3423.3699.



Fonte: blog Magno Martins

domingo, 27 de junho de 2010

Suape leva navios gaseiros

Os oito gaseiros licitados pela Transpetro e arrematados pelo Estaleiro Promar Ceará devem ser construídos no Porto de Suape. O estaleiro arrendou uma área de 80 hectares no porto por 25 anos a um preço máximo de 58,4 milhões mensais.

A área arrendada fica ao lado do Estaleiro Atlântico Sul, onde a empresa PJMR, controladora do Promar, também é sócia. O arrendamento deve resolver o impasse causado por conta de entraves políticos para implantação do empreendimento em Fortaleza.

A PJMR tem até a próxima quarta-feira (30/6) para apresentar à Transpetro o documento que comprova a posse do terreno e também a licença ambiental prévia para implantação do empreendimento. Este deve ter sido o motivo de escolha da área, já que Suape possui toda sua área do cluster naval já licenciada.

O presidente da Transpetro, Sérgio Machado, afirmou nesta quarta-feira (21/6) que cinco estados, sendo três no Nordeste, um no Sudeste e outro no Sul, estão na disputa pelo projeto. Caso o Promar não consiga apresentar a documentação até a data prevista, os navios podem ser licitados novamente.

Machado, contudo, não acredita na hipótese de os navios serem licitados novamente e se mostrou confiante na solução do imbróglio. Não vou ficar olhando para o céu. Mas nossa expectativa não é essa", disse o presidente da subsidiária da Petrobras.

 

 

Ceará perde estaleiro e Suape entra na briga

 
Investidores do Promar Ceará enfrentam problemas ambientais em Fortaleza e agora procuram outro Estado para sediar o empreendimento, orçado em R$ 300 milhões. Pernambuco tem interesse.

Pernambuco está na disputa para sediar o Estaleiro Promar Ceará Ltda., que seria instalado em Fortaleza, mas depois de um longo processo de discussão foi desautorizado naquele Estado por falta de um lugar adequado para abrigar o empreendimento. Anteontem, o Diário Oficial de Pernambuco (DO) publicou um processo de inexigibilidade de licitação para arrendamento de uma área de 80 hectares no Complexo Industrial Portuário de Suape pelo Estaleiro Promar. Na prática, o Estado está garantindo a área para o projeto.

Ainda virtual, o Promar venceu a encomenda da Transpetro para a construção de oito navios para transporte de gás liquefeito de petróleo (GLP), com valor de US$ 580 milhões. A construção do estaleiro tem investimento estimado em R$ 300 milhões e prevê a geração de 1,5 mil empregos diretos quando entrar em operação. O empreendimento é comandado pela PJMR - grupo de empresários do Rio de Janeiro, que também detém participação minoritária de 1% no Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em Suape.

De acordo com o Diário Oficial, o Promar vai arrendar uma área de 80 hectares na Ilha de Tatuoca (local destinado à implantação de um cluster naval), por um período de 25 anos e com valor máximo de R$ 58,4 mil por mês. A reportagem do JC tentou entrar em contato com o presidente do Porto de Suape e secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, para comentar a possível migração do Promar, mas não obteve retorno.

A previsão é que a PJMR divulgue a nova localização do Promar até o próximo dia 30. Segundo informações do mercado, além de Pernambuco o grupo também estaria avaliando outros Estados. Além dos incentivos fiscais e da infraestrutura, a principal preocupação dos investidores é encontrar um local com facilidade de liberação das licenças ambientais, quesito em que esbarraram no Ceará. Nesse ponto, Pernambuco se destaca porque o Porto de Suape já conta com o seu próprio licenciamento e, recentemente, o governo do Estado conseguiu aprovar na Assembleia Legislativa um projeto de lei que permite a supressão vegetal na Ilha de Tatuoca para viabilizar o cluster naval.

A chegada do Promar também poderá compensar, parcialmente, a possível desistência do consórcio Galvão-Alusa de erguer um estaleiro em Suape para construir as sondas de exploração do pré-sal, em fase de licitação pela Petrobras. Na apresentação da proposta à estatal, o local escolhido pelo grupo foi o Distrito Industrial do Complexo Portuário de Barra do Furado em Campos, no Rio de Janeiro. Os empresários haviam assinado protocolo de intenções com o governo do Estado. Em dezembro passado, quando a reportagem do JC esteve na Coreia do Sul para produzir o caderno especial Conexão desenvolvimento, comparando a experiência da Ásia com a de Pernambuco, o estaleiro sul-coreano Sungdong mostrou à reportagem o desenho da planta do empreendimento em Suape. O investimento do estaleiro é de US$ 495 milhões.

Fonte: Jornal do Commercio (PE)

Suape atrai e impressiona empresariado texano

No final da tarde dessa terça-feira (22), o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, recebeu representantes da maior cadeia de petróleo e gás do mundo, localizada na região de Houston (Texas).

Em comitiva formada por pelo menos 30 empresários estavam representantes da FMC, uma das líderes mundiais na indústria do petróleo; da Cameron, que atua em segmentos de produção, refino e transporte, e pretende instalar uma nova unidade no Brasil; da Circor, uma das maiores fabricantes de válvulas e atuadores do mundo; e da Weatherford, fabricante de equipamentos como sistemas de perfuração e dutos.

"O potencial de crescimento de Suape está acima da média. Estou impressionado. As oportunidades em offshore são as melhores para o meu grupo e estamos analisando como estabelecer negócios aqui", confessou o empresário Alvaro Marzullo, da Circor.

Em Suape - Durante o dia de ontem, a agenda da comitiva deu-se com uma visita ao Complexo Portuário. Depois de conhecerem o Centro de Treinamento de Suape (Cetreino), os americanos foram recebidos pelo diretor do Suape Global, Sílvio Leimig, na Sala do Investidor, que fez a apresentação, através de palestra e vídeo institucional, sobre os investimentos e os projetos estruturadores do Complexo, a exemplo do Estaleiro Atlântico Sul, PetroquímicaSuape e Refinaria Abreu e Lima.

"A vinda desses empresários é mais um resultado das missões internacionais realizadas pelo Suape Global, sob a liderança do governador Eduardo Campos e do secretário Fernando Bezerra Coelho", comentou Silvio Leimig.

Marco Petkovic, representando o presidente na Refinaria Abreu e Lima, Marcelino Guedes, falou da expansão da Petrobrás e das perspectivas através do pré-sal; focou parte de sua apresentação no tripé pesquisas, pessoas e tecnologias e concluiu falando sobre o Porto Digital e os cursos universitários de Pernambuco, parceiros de Suape.

Em seguida, o assessor da PetroquímicaSuape, Sonny Hansen, apresentou a estrutura e produção da maior planta de filamentos de poliéster das Américas, destacando a geração de mais de 5 mil empregos diretos em sua fase de implantação, sendo 70% deles destinados a pernambucanos.

Os principais equipamentos já estão disponíveis no canteiro de obras. Para encerrar o encontro em Suape, pela manhã, os empresários reuniram-se em rodada de negócios.


OUTRAS MISSÕES
O Suape Global já esteve em missão, entre outros países, no Canadá, na Coreia do Sul, China, Espanha e Inglaterra. "O mundo está passando a conhecer Suape. O intercâmbio com empresas de outros países vem exatamente na direção de consolidar nosso Estado como polo mundial provedor de bens e serviços para as áreas de petróleo, gás, offshore e naval", comentou Sílvio Leimig.


 

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Americanos visitam Pernambuco

Chegou ontem, ao Estado, uma comitiva de empresários americanos representantes de sete empresas do segmento de petróleo e gás. O interesse dos estrangeiros é viabilizar investimentos no Complexo Industrial Portuário de Suape. Eles serão recebidos pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente de Suape, Fernando Bezerra Coelho, pelo vice-presidente de Suape, Sidnei Aires, e pelo diretor do Fórum Suape Global, Silvio Leimig.

"Esse contato é muito positivo para nós porque significa que Houston tem interesse no nosso porto. É fruto do nosso projeto Suape Global", ressaltou Bezerra Coelho. As relações entre Suape e Houston se iniciaram durante uma missão empresarial realizada no ano passado. A agenda dos americanos começa com visita à área portuária, seguido de apresentação da Refinaria Abreu e Lima, da PetroquimicaSuape, entre outros empreendimentos e pontos relevantes. Haverá o momento para a rodada de negócios.

OPORTUNIDADES
As oportunidades geradas pela Refinaria Abreu e Lima foram mote de material produzido por Suape em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) e a empresa de cooperação técnica alemã German Technical Cooperation (GTZ). Foram mostradas 300 oportunidades, que vão desde alimentação até montagem elétrica e mecânica. A apresentação do estudo ocorreu nos municípios do entorno de Suape e atingiu a pelo menos 700 empreendedores.

Fonte: Folha de Pernambuco

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Valor para obras em Suape sobe para R$ 139 mi

Inicialmente orçada em R$ 130 milhões, a obra de reforço dos cabeços do arrecife, na entrada do porto interno do Complexo Industrial Portuário de Suape, teve seu valor majorado há alguns meses e passou para R$ 139 milhões. Agora, o diretor de Engenharia e Meio Ambiente de Suape, Ricardo Padilha, revela que o investimento total pode ser elevado mais uma vez, passando para R$ 147 milhões. A recomendação viria dos projetistas. A direção portuária estaria relutando e tentando negociar para manter o segundo orçamento. Hoje, haverá reunião para bater o martelo sobre o assunto. É possível que, nesta sexta-feira, sejam publicados os editais de licitação, tanto para a execução da obra como para a fiscalização da mesma.
A dificuldade encontrada diz respeito ao preço do aço, tendo havido um aumento de 12% nos últimos dias e com previsão para novo acréscimo (10% a 15%) ainda neste mês ou em julho. Isso acontece porque o minério, que é uma commodity, voltou a ser valorizado após o fim do colapso financeiro global. Mesmo assim, a expansão econômica brasileira fez crescer a demanda na construção civil e a importação de aço subiu 155% de janeiro a abril deste ano em comparação com o mesmo período de 2009, segundo o Instituto Aço Brasil (IABr). O desembarque somou 1,82 milhão de toneladas, enquanto o ano passado teve resultado de 2,2 milhões de toneladas. "É muito forte a composição do aço na obra de reforço dos cabeços. Mas vamos fazer o possível para que não haja o reajuste", assegurou Padilha.
O plano atual consiste em aumentar de 15,5 metros para 20 metros a profundidade da área. Faz-se necessário o trabalho para atender a embarcações que irão ao terminal de minérios que será implantado. Além disso, a Refinaria Abreu e Lima precisará receber os navios petroleiros nos píeres, com capacidade máxima para o translado de embarcações de até 160 mil toneladas. A Petrobras quer ter um calado de 18,5 metros para poder fazer a passagem dos navios sem que exista risco de choque com as pedras.

Fonte: Folha de Pernambuco

terça-feira, 15 de junho de 2010

Evolução econômica de Pernambuco em debate

O progressivo crescimento econômico do estado é notório e está alterando o cotidiano da sociedade. Independentemente da classe social, as pessoas vivenciam diretamente as consequências desse processo de desenvolvimento.

Os investimentos em Suape ganham destaque na avaliação de palestrantes sobre momento da economia do estado. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press - 6/5/10
A Transposição do Rio São Francisco, a construção da Transnordestina, os polos petroquímicos, têxteis, os gasodutos e estaleiros são apenas alguns dos empreendimentos que multiplicam a demanda por bens e serviços e estão gerando novos negócios no estado. No intuito de analisar toda essa revolução econômica pela qual Pernambuco transita, no próximo dia 22, o auditório dos Diários Associados vai sediar o seminário "A Revolução Pernambucana na Economia".

Os palestrantes serão o governador do estado, Eduardo Campos, o titular da TGI e consultor da SPPE, Francisco Cunha, e o diretor executivo do Banco Gerador, Paulo Dalla Nora. O seminário é fruto de uma parceria do Diario de Pernambuco com a Sociedade Pernambucana de Planejamento Empresarial (SPPE) - que está comemorando duas décadas de existência. O encontro apresentará uma retrospectiva da economia pernambucana nos últimos 20 anos e as perspectivas para os próximo 20, tomando o panorama atual como balizador da análise do desenvolvimento.

"A sociedade tem como fundamento básico difundir o conceito de planejamento empresarial. Estamos completando 20 anos e pensamos em fazer um seminário onde a gente pudesse refazer as últimas duas décadas de desenvolvimento em Pernambuco e prever os próximos 20 anos. E os seminários serão feitos por quem tem verdadeira paixão por nosso estado", salientou o presidente da SPPE, Márcio Borba.

Para o presidente dos Diários Associados Nordeste, Joezil Barros, o jornal acompanha todo esse processo de desenvolvimento estadual e não poderia deixar de acompanhar essa revolução econômica repercutindo com especialistas o que ainda está por vir. "O Diario de Pernambuco não poderia estar ausente de um debate dessa ordem que tem tudo a ver com as perspectivas econômicas de seu povo, levando em consideração a avaliação dos tempos anteriores, sua situação atual e as perspectivas futuras", salientou.

"No seminário, nós vamos fazer uma análise da trajetória econômica de Pernambuco desde o início de Suape, quando o estado entendeu e encontrou uma nova vocação logística e estratégica para importação e exportação aumentando sua matriz produtiva", destacou Dalla Nora. E ainda avaliou: "foi quando Pernambuco percebeu suas vantagens competitivas e mudou a economia, antes agroindustrial, baseada na monocultura da cana-de-açúcar para a atual, mais voltada para os serviços".

Na avaliação de Francisco Cunha, "em 2020, a economia duplica, principalmente por conta dos investimentos em Suape. Pernambuco atualmente é responsável por apenas 2,5% do PIB do país, somos um estado pequeno". Cunha continua: "mas obras como a transposição do São Francisco, as refinarias de Suape e a indústria de navios vão mudar isso. Com o aumento da renda, aumentará o consumo. É um desenvolvimento que trará consequências muito boas e outras preocupantes".

O seminário "A Revolução Pernambucana na Economia" acontece no dia 22 de junho, das 9h às 12h, no auditório dos Diários Associados. Será voltado para empresários, executivos e profissionais ligados à área econômica e empresarial, além de estudantes e professores de escolas e universidades.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Empresas da área de Petróleo & Gás selecionam candidatos

Empresas da área de Petróleo & Gás selecionam candidatos

que se enquadrem nos cargos abaixo:

VAGAS PARA:


>Analista de controle
>Analista de logística
>Analista de Meio Ambiente
>Analista de Suporte
>Analista de Treinamento

>Apontador
>Apropriador
>Armador

>Arquivista Técnico
>Assistente Técnico 1
>Assistente Social
>Assistente administrativo

>Assistente Técnico
>Auxiliar Administrativo
>Auxiliar de Compras e Arquivo

>Auditor de QSMS


>Auxiliar de Segurança do Trabalho
>Auxiliar de Meio Ambiente
>Auxiliar de Documentação
>Auxiliar de Produção
>Rigger
>Topografo
>Caldeireiro
>Comprador Bulk Materials
>Comprador de Consumo
>Comprador de Equipamentos
>Coordenador Técnico de Comissionamento
>Coordenador de Compras
>Coordenador de Controle de Qualidade
>Coordenador de Documentação
>Coordenador de Meio Ambiente
>Coordenador de Planejamento, Almoxarifado e Diligenciamento

>Desenhista de Tubulação
>Desenhista Cadista
>Desenhista Projetista
>Eletricista F&C
>Eletricista de Manutenção
>Encanador
>Encarregado
>Encarregado de Armação
>Encarregado de Aterramento
>Encarregado de Canteiro / Apoio
>Encarregado de Carpintaria
>Encarregado de Drenagem
>Encarregado de Frente
>Encarregado de Obras de Estaqueamento

>Engenheiro Resp. de Construção Civil
>Engenheiro Resp. de Montagem Eletromecânica
>Engenheiro Auxiliar
>Engenheiro Civil
>Engenheiro de Comissionamento
>Engenheiro de Custos
>Engenheiro de Elétrica e Instrumentação
>Engenheiro de Meio Ambiente
>Engenheiro de Planejamento ( Project )
>Engenheiro de Produção
>Engenheiro de Programação
>Engenheiro de Projeto
>Engenheiro de Segurança
>Engenheiro de Tubulação / Processo
>Engenheiro Elétrica / Instrumentação
>Engenheiro Gerente de Produção
>Engenheiro JR
>Engenheiro Mecânica / Est. Metálica

>Guindasteiro acima de 140 T
>Guindasteiro até 140 T
>Inspetor Civil
>Inspetor de Elétrica
>Inspetor de Instrumentação
>Inspetor de Pintura
>Inspetor Dimensional N1
>Inspetor de Equipamentos
>Inspetor LP e PM
>Inspetor N1
>Inspetor Preservação
>Inspetor Técnica em Elétrica
>Inspetor Técnica em Mecânica
>Inspetor Tubulação
>Instrumentador Eletrônica
>Instrumentador Montador
>Instrumentador Tubista
>Isolador
>Jatista
>Lixador
>Lubrificador
>Maçariqueiro
>Marteleteiro
>Mecânico Ajustador
>Mecânico de Manutenção
>Mestre
>Mestre de Obras
>Montador
>Montador de Andaime
>Motorista Caminhão Basculante
>Motorista Caminhão Pipa
>Motorista Cavalo Mec
>Motorista Comboio - Trator
>
Motorista de Ambulância
>Motorista de Caminhão Leve
>Motorista de Carro Leve
>Motorista Munck
>Nivelador
>
Office - Boy
>Oper. Conj. Eqtº Pavimentação
>Operador Bate Estaca
>Operador Compactador
>Operador Compressor
>Operador JLG
>Operador Maquina de Gunite
>Operador Moto Niveladora
>Operador Pá Mecânica / Escavadeira
>Operador Retro Escavadeira
>Operador Serra Circular
>Operador de Sistema
>Operador Sistema dos Materiais
>Operador Trator Esteira
>Operador Empilhadeira LG
>Operador PDMS ( Maquete Eletrônica )
>Operador Rolo Vibratório
>Operador Trat. Térmico
>Operador Vibrocravador
>Pedreiro
>Pintor
>Planejador de Materiais
>Programador
>Projetista
>Psicólogo >Recepcionista
>Recrutador
>Rigger
>Secretaria
>Secretaria Executiva
>Soldador
>Supervisor de Almoxarifado
>Supervisor de Diligenciamento da Inspeção
>Supervisor de Logística
>Supervisor de Materiais
>Supervisor de Mecânica
>Supervisor de Elétrica
>Supervisor de Instrumentação
>Supervisor de Qualidade Construção Civil
>Supervisor de Solda
>Supervisor Trat. Térmico
>Supervisor de Tubulação
>Supervisor de Segurança
>Técnico
>
Técnico de Enfermagem >Técnico de Montagem de Suportes
>Técnico de Control CIV
>Técnico de Control ELE
>Técnico de Control INS
>Técnico de Control MEC
>Técnico de Control TUB
>Técnico de Documentação
>Técnico de Estruturas
>Técnico de Mecânica
>Técnico de Medição
>Técnico de de Meio Ambiente
>Técnico de Planej. Cond e Comissionamento
>Técnico de Planej. de Elétrica
>Técnico de Planej. de Instrumentação
>Técnico de Planej. Mecânica e Estrutura Metálica
>Técnico de Planej. de Tubulação
>Técnico de Planejamento
>Técnico de Planejamento de Campo
>Técnico de Rigger
>
Técnico de Segurança
>Técnico de SGC
>Técnico de Tubulação
>Técnico de Visual SOP
>Técnico de Sistema de Qualidade
>Técnico em Elétrica
>Técnico em Instrumentação
>Técnico em Mecânica
>Técnico em Planejamento
>Técnico em Tubulação e Caldeiraria
>Técnico Instrumentação
>Técnico Material
>Topógrafo
>Torneiro Mecânico

NOTA:

O endereço do e-mail para recebimento é: vagas.petroleoegas@hotmail.com
Att: Janaína Pessôa - Consultora de Seleção & Recrutamento de Pessoal
Procedimento padrão para envio de CV:
* No campo assunto: informar - cargo e o estado onde mora 
   Exemplo:  Coordenadora de RH - Rio de Janeiro

Candidatos pré-aprovados na triagem incial pelo Cliente, terão sua entrevista agendada via telefone
(quando receberão toda informação a respeito do Projeto destinado ).

Att,
Janaína Pessôa 
Consultora de Seleção & Recrutamento

sábado, 12 de junho de 2010

Empreendimentos aquecem importações pernambucanas

Indicador de janeiro a maio atinge quase o dobro do número registrado no mesmo período do ano passado


 

As importações de Pernambuco dispararam este ano, na esteira dos grandes empreendimentos que vêm tomando conta do estado, como a consolidação do Complexo Industrial Portuário de Suape e a construção da ferrovia Transnordestina. O conjunto de empresas instaladas em Suape, como a M&G, a Refinaria Abreu e Lima e o Estaleiro Atlântico Sul, foi responsável por mais de 40% do total de importações pernambucanas entre janeiro e maio de 2010, que já atinge um acumulado de aproximadamente US$ 1,1 bilhão (R$ 1,98 bilhão), de acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). É quase o dobro do que havia sido importado no mesmo período em 2009, que totalizou cerca de R$ 600 milhões (aproximadamente R$ 1 bilhão).


Empreendimentos como M&G, instalado no Complexo de Suape, contribuíram para ampliar as importações Foto: Júlio Jacobina/DP/D.A Press - 24/1/07
Maio fechou com US$ 215 milhões em importações para Pernambuco, segundo os números divulgados pelo Mdic, contra US$ 139 milhões registrados durante o mesmo mês em 2009. Não chegou perto dos números de abril, que terminou com US$ 280 milhões importados. Mas consolida o crescimento noano das importações, que vêm suprir as necessidades de equipamentos e matérias-primas para os empreendimentos de grande porte já instalados no estado. Em compensação, as exportações ficaram em US$ 69 milhões. Essa diferença resultou em uma balança comercial negativa de aproximadamente US$ 145 milhões (R$ 263 milhões).

Como destaques entre as empresas que mais importaram nesse fechamento dos cinco primeiros meses em Pernambuco, estão a Transnordestina Logística S.A., responsável pela construção da ferrovia, e a Refinaria Abreu e Lima. Ambas não constavam da lista de principais importadoras no período de janeiro a maio de 2009, e agora passaram a ocupar lugares entre as 15 mais importantes dessa área. A primeira comprou de fornecedores do exterior US$ 24 milhões, sendo responsável por 2,20% da soma de todas as importações do estado, enquanto a Refinaria adquiriu US$ 16 milhões e ficou com 1,48% do total de Pernambuco.

Com a consolidação do Porto de Suape, o município de Ipojuca também vem concentrando as atividades de importação do estado. Em maio, foi um dos municípios brasileiros que mais compraram do exterior. Ficou em 33º em todo o país, com um total de US$ 511 milhões. Ipojuca ainda movimentou US$ 98 milhões em exportações, gerando uma corrente de comércio externo de mais de US$ 600 milhões no acumulado do ano. Mais do que um terço do total do estado, que chegou a aproximadamente US$ 1,5 bilhão.

Os três principais países de onde vieram as importações de Pernambuco durante os cinco primeiros meses de 2010 foram Estados Unidos, Argentina e China, responsáveis por, respectivamente, 17%, 15% e 12% do total comprado pelo estado no exterior. Entre os principais produtos importados pelas empresas pernambucanas, estava matéria prima para a indústria de garrafas PET e de alimentos. Máquinas e produtos de consumo direto tiveram menor importância na lista de importações do estado

quarta-feira, 2 de junho de 2010

IBG TERÁ PRIMEIRA FÁBRICA NO NORDESTE .

Companhia inaugura unidade no Complexo do Suape, que deve responder por 15% de seu volume de negócios

A IBG - Indústria Brasileira de Gases estende suas operações ao Nordeste. No segundo semestre de 2010, a única indústria 100% nacional do setor finca sua bandeira no Complexo de Suape, em Pernambuco.  A nova unidade fabril ocupará uma área de 12 mil m².

A primeira fase de investimentos está avaliada em R$ 2,7 milhões, com a construção, também em Suape, de uma nova filial com estação de enchimento. Em dezembro, têm início as operações da planta, que atenderá necessidades de indústrias e redes hospitalares de todo o Nordeste, abastecendo-as com oxigênio, nitrogênio e argônio, entre outros gases.

"Instalamos há sete anos uma filial em Recife, mas a cada ano a demanda por gases industriais e medicinais não para de crescer. A nova fábrica nasce para atender com maior rapidez e preços  mais competitivos empresas de toda a região, do Ceará à Bahia", informa Newton de Oliveira, presidente da IBG. A indústria prevê que a fábrica nordestina responda por 15% do seu volume de negócios.

A IBG deu início ao seu processo de expansão em 2005 com a implantação da planta FOX III no Distrito Industrial de Jundiaí - base de suas operações. Desde então, mais de US$ 57,3 milhões foram destinados a novos projetos fabris. Hoje a indústria tem quatro plantas no País (três no interior de SP e uma em Goiás). A rede de distribuição é composta por 16 filiais.

Sobre a IBG

Fundada em 1992, a IBG - Indústria Brasileira de Gases desponta como a única sobrevivente entre as diversas companhias locais e multinacionais que tentaram se fixar no mercado nacional de gases nos últimos 50 anos. A indústria exibe uma carteira de clientes composta por mais de 3 mil empresas e mantém uma rede de 16 filiais com estação de enchimento. Sua operação é mantida por quatro fábricas de gases do ar (argônio, oxigênio e nitrogênio), uma exclusiva de acetileno, outra de óxido nitroso, uma unidade de enchimento de hélio líquido com laboratório e fábrica de gases especiais. Comercializa também misturas especiais, medicinais/industriais, gás carbônico, ar comprimido, hidrogênio e hélio na fase gasosa

Follow by Email