sexta-feira, 12 de março de 2010

Implantação de terminal de granéis sólidos em Suape é tema de audiência pública


O Porto de Suape confirma a implantação de mais um grande empreendimento: um terminal de granéis sólidos com investimentos previstos em R$ 467 milhões. Uma audiência pública foi realizada nessa quarta-feira (10) para discutir a implantação do empreendimento que deverá movimentar 6,5 milhões de toneladas já no primeiro ano de operação, prevista para acontecer em 2012.


"Em até 25 anos, ele deverá movimentar mais de 15 milhões de toneladas", comenta a engenheira da Projetec, empresa que realizou o estudo de viabilidade do terminal, Fernanda Bathista. "Em 2010 ocorrerá o processo licitatório, em 2011, as obras de infraestrutura e construção e em 2012 iniciam-se as operações", completa. Em relação ao número de empregos, serão mais de 200 vagas diretas.


"A movimentação de 15 milhões de toneladas de granéis representa quase duas vezes o total de toneladas operadas pelo porto de Suape, hoje, anualmente. É um número surpreendente", explica o diretor de Gestão Portuária, Jorge Dias Fernandes. Localizado em uma área total de 34 hectares, o terminal será instalado na Ilha de Cocaia, dentro da área do porto interno.


Desse total, 25 hectares serão destinados à armazenagem, enquanto que os demais nove serão ocupados por atividades industriais e edificações. Cerca de 70 hectares da área total da Ilha serão destinados à preservação ambiental e cultural. "Temos projetos de visitação ao local e acertaremos detalhes junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan", explica o vice-presidente do porto, Sidnei Aires.


Sobre a origem dos recursos públicos que viabilizarão a infraestrutura necessária ao empreendimento, o vice-presidente do porto explica: "Fomos o primeiro porto do País a pedir recursos do PAC 2, e eles já estão garantidos. Serão realizados serviços de dragagem e a construção de um acesso rodoferroviário para a operação de cargas no local. Os investimentos somam R$ 384 milhões, sendo R$ 300 milhões para a dragagem", especificou Aires.


"As obras do acesso à Ilha serão iniciadas no próximo mês de abril e deverão ser concluídas no primeiro semestre de 2011. Quando estiver pronto, o acesso rodoferroviário se ligará à Transnordestina, prevista para ficar pronta no primeiro semestre de 2012", confirma Aires.


A área para a instalação do terminal já foi aprovada após a definição do novo Plano de Desenvolvimento Portuário (PDZ) na última reunião do CAP no último dia 26 de fevereiro. O PDZ, planejado em um horizonte de 20 anos, prevê o salto de oito milhões de toneladas anuais para 48 milhões de tons/anos até 2016.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email