terça-feira, 23 de março de 2010

Estaleiro e refinaria na rota do conhecimento


É indiscutível. Pernambuco vive um momento diferenciado de sua história. Diversos investimentos públicos e privados estão mudando a face econômica do Estado. Há um processo intenso de industrialização, sobretudo no complexo industrial e portuário de Suape. Dentro deste novo contexto, um fator é imprescindível: inovação. A relação entre a Refinaria Abreu e Lima, o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) e a necessidade de se investir em novas soluções foi o tema principal do segundo fórum Pernambuco Inovador, que ocorreu na última quarta-feira, na sede do Porto Digital.
"A tecnologia serve para melhorar a competitividade. No nosso caso, investimos num processo de transferência de tecnologia", afirma o presidente do EAS, Angelo Bellelis, um dos debatedores do evento. O EAS investiu US$ 20 milhões (cerca de R$ 36 milhões) num processo de transferência de tecnologia com a empresa sul-coreana Samsung. "Não quisemos inventar a roda. Os coreanos são os melhores do mundo hoje", comenta Bellelis, acrescentando que a empresa está avaliando o que pode ser feito em termos de tecnologia da informação (TI) para melhorar a competitividade com parceiros nacionais.

"Um dos nossos cinco valores é a inovação, necessária para estar atualizado", conta Bellelis. Ele também acrescenta que a empresa está planejando fazer parcerias locais com a universidade. O estaleiro investiu R$ 1,8 bilhão para implantar uma unidade em Suape que fabricará navios e uma plataforma para fazer a exploração de petróleo. O empreendimento já tem um índice de realização de 96%. Atualmente, 3,6 mil pessoas trabalham no local.

A matéria-prima para a inovação é o conhecimento. "Existe uma luta de como trazer o conhecimento. É um processo lento. O conhecimento não surge de uma hora para a outra", diz o presidente da Refinaria Abreu e Lima, Marcelino Guedes, que, ao lado do secretário estadual de Desenvolvimento, Fernando Bezerra Coelho, também atuou como palestrante do fórum.

O empreendimento pertence à Petrobras, que realiza, anualmente, um investimento de porte na área de inovação no seu Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes). Ainda durante o evento, Guedes argumenta que as empresas da área de TI interessadas em se tornarem fornecedoras da estatal devem conhecer como funciona as empresas de petróleo e participar dos eventos do setor. "Não se coloca inovação nos fornecedores locais só por encomenda", diz Marcelino Guedes. A implantação da refinaria vai resultar num investimento de R$ 23 bilhões.

O fato da refinaria estar se implantando em Suape já trouxe para Pernambuco o Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (Ceerma), inaugurado em agosto último no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ele será o único laboratório do Hemisfério Sul que vai fazer testes em equipamentos usados nos poços de petróleo e pode se tornar um diferencial na atração de empresas para o polo de fabricação de equipamentos e serviços para as indústrias naval e de petróleo que o governo do Estado pretende implantar em Suape.

Os três outros laboratórios que fazem esse tipo de teste ficam nos Estados Unidos e pertencem às empresas que fabricam os equipamentos.

No Ceerma, foram investidos R$ 8 milhões na primeira fase de implantação. Serão empregados mais R$ 42 milhões entre 2010 e 2012. Os recursos saíram do programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Petrobras. As pesquisas desenvolvidas no laboratório deverão formar, anualmente, de sete a dez mestres e de três a quatro doutores.

O próximo laboratório que também deve ser implantado dentro do campus da UFPE é o Centro Nacional de Tecnologia de União de Material e Revestimento.

Já começaram as conversas entre a Petrobras e a universidade nesse sentido. Esse novo centro vai demandar um investimento de R$ 25 milhões, dos quais R$ 15 milhões serão empregados na primeira fase. Ele vai formar mão de obra na área de soldagem, o que vai ser muito demandado pelo Atlântico Sul.

Fonte: Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email