sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

CNO em unidade em Suape

A Petroquímica Suape assinou com a Construtora Norberto Odebrecht (CNO) contrato de R$ 453 milhões para a implantação das unidades de resina PET e de fios de poliéster. O valor total do desembolso no projeto ainda não está finalizado porque alguns serviços estão em fase de detalhamento.

A CNO também está responsável pela unidade de PTA (ácido tereftálico), matéria prima para produção de resinas PET e poliéster têxtil, em contrato de R$ 1,19 bilhão. A unidade deve ficar pronta até o final deste ano. Cerca de 5.200 pessoas estarão trabalhando durante o pico das obras.


A Braskem, que tem no seu bloco de controle o Grupo Odebrecht, vai assumir participação na Petroquímica Suape, depois da operação com a Petrobras, sacramentada na semana passada. Até então o projeto tinha unicamente a Petroquisa como empreendedor.


Nitrogênio


A Petroquímica Suape também fechou com a White Martins Gases Industriais do Nordeste contrato de R$ 19,5 milhões para fornecimento de 146 toneladas de nitrogênio que vão abastecer as unidades PET e fios de poliéster. A WM vai instalar tanques de armazenamento do produto e se encarregará da operação de carga e descarga do nitrogênio que virá da planta de Cabo de Santo Agostinho, próximo ao porto de Suape. O transporte será feito por meio de carretas, com fornecimento regular previsto para janeiro de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email