quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Suape terá R$ 946 mi para ações em 2010

 
No que depender da verba assegurada, o Complexo Portuário de Suape pode ficar tranquilo para tocar as obras em 2010. Da projeção de R$ 2,3 bilhões em investimentos do Governo do Estado, R$ 946,6 milhões serão destinados ao terminal marítimo, mais que o dobro do angariado este ano. Desse total, R$ 136 milhões são recursos próprios. O restante é proveniente de convênios e operações de crédito. A expectativa agora é de que os entraves burocráticos para o andamento dos serviços também sejam ultrapassados.
"Boa parte desses recursos já estão contratados e outros estão em negociação. Eles devem ser alocados e desembolsados no ano que vem", disse o presidente do Porto de Suape, Fernando Bezerra Coelho. Segundo ele, só a esperada dragagem que dará acesso ao cluster naval deve ficar com até R$ 300 milhões da quantia orçada. Se tudo ocorrer como o planejado, o processo licitatório pode estar concluído em março, mesma época prevista para o início da operação que irá atender o Estaleiro Atlântico Sul (EAS).

Completam a lista atendida pelo orçamento a finalização do pier petroleiro, estipulada para julho, e a travada obra de acesso à Ilha de Tatuoca, adiada por diversas vezes. "O Tribunal fez orientações e está faltando a abertura de preços, o que eu creio que seja feito até a próxima semana", pontuou Bezerra Coelho. Serão aproximadamente R$ 220 milhões para obras viárias e R$ 440 milhões para trabalhos de modernização.

A projeção de investimentos para 2010 é quase R$ 1 bilhão maior do que o calculado para este ano. O Governo desembolsará R$ 500 milhões, enquanto que R$ 1,5 bilhão está garantido em operações de crédito e outros R$ 700 milhões via convênios. Depois de Suape, a instituição que terá mais verba é a Compesa, com R$ 414,3 milhões disponíveis. O Consórcio de Transporte Metropolitano (CTM) receberá R$ 75,7 milhões, seguido da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), com R$ 49,5 milhões, da Companhia de Trens Metropolitanos de Pernambuco (Copertrens), com R$ 28,7 milhões, e do Porto do Recife (R$ 25 milhões).

Fonte: Folha de PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email