sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Eduardo pede R$ 2,1 bi do PAC II para Suape

Pernambuco deverá receber, em 2010, cerca de R$ 2,1 bilhões para investimento em obras no Porto de Suape. Documento com a formalização do pedido dos recursos foi entregue pelo governador Eduardo Campos, ontem, ao ministro Pedro Brito, da Secretaria Nacional dos Portos, durante audiência em Brasília.

O documento sintetiza o pleito de recursos de Pernambuco para o chamado PAC II na área da infraestrutura portuária. Segundo o governador Eduardo Campos, o objetivo do Estado é manter o ritmo de investimentos na expansão do Porto e na melhoria contínua das condições de operação portuária em Suape.

"Temos o melhor porto público do Brasil e o terceiro mais eficiente, incluindo públicos e privados, mas não estamos satisfeitos. Precisamos investir continuamente, ampliando a capacidade operacional para consolidar nosso Porto como um ponto estratégico para o País", disse o Governador durante audiência com o Ministro.

Os recursos pleiteados deverão ser empregados na construção de quatro novas áreas de atracação de navios. Serão construídos os cais 6, 7, 8 e 9 e realizadas obras de dragagem profunda em áreas de vital importância para o Porto.

O ministro Pedro Brito saudou a proposta de Pernambuco, considerando-a "ousada e focada numa visão de futuro". "Pernambuco não se contenta com pouco e, quando pede, pede muito, e isso é importante para um Estado que quer continuar avançando no bom momento que vive, com grandes investimentos e acelerado crescimento econômico", disse.

O Governador aproveitou a audiência para pedir agilidade na liberação de recursos, no valor de R$ 31 milhões, referentes a convênios já em curso e que correspondem a obras já em execução em Suape. Eduardo estava acompanhado pelo vice-presidente de Suape, Sidney Aires, e pelo presidente do Porto do Recife, Sileno Guedes, que também está apresentando projetos para serem contemplados com os investimentos do PAC II.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email