quinta-feira, 9 de julho de 2009

Empresa gasta R$ 7 milhões com dragagem

 

O Estaleiro Atlântico Sul está desembolsando pelo menos R$ 7 milhões para realizar parte da dragagem do canal de acesso, que vai permitir a movimentação de navios no cais do empreendimento. Os recursos deveriam ser aportados pelo governo do Estado, mas a diretoria de Suape não conseguiu lançar o edital de licitação da obra. Como precisava aprofundar a área em até 11 metros para receber um navio que chega hoje com o superguindaste Goliath (maior equipamento já desembarcado em Suape), o EAS foi obrigado a arcar com os custos.

O presidente do Porto de Suape, Fernando Bezerra Coelho, explica que a licitação não pode ser lançada porque o complexo precisava assinar, antes, o convênio com a Secretaria Especial de Portos (SEP) para a liberação dos recursos. "A dragagem completa para atender ao estaleiro está estimada em cerca de R$ 100 milhões. Acreditamos que a assinatura do convênio com a SEP deve acontecer até o final deste mês", observa, frisando que o atraso ocorreu em função da crise global.

Fonte: Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email