segunda-feira, 15 de junho de 2009

Daihatsu reforça polo naval de Suape

O polo naval de Suape vai ganhar reforço com a implantação de uma unidade da companhia japonesa Daihatsu – montadora especializada em veículos de mini porte, que também fabrica motores marítimos. A empresa chega pelas mãos da Petrobrás, que tem auxiliado a diretoria do complexo na captação de investimentos para adensar as cadeias de petróleo e gás, naval e offshore em Pernambuco. A expectativa é que o investimento na indústria chegue a US$ 10 milhões.

Segundo apurou o JC, o diretor da Daihatsu na América, Kazuo Takeuchi, esteve ontem na Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco para discutir a construção da unidade. Na próxima semana, a empresa deverá formalizar a intenção de se instalar em Suape, por meio de uma solicitação de área no complexo. A fábrica será a primeira da companhia no Brasil. Há dez anos, a Daihatsu teve seu controle acionário adquirido pela Toyota.

No setor de motores marítimos, a companhia responde por 80 de cada 100 motores vendidos no mundo. A empresa chega ao Estado no vácuo de empreendimentos como o Estaleiro Atlântico Sul e a segunda planta de construção naval, que deverá ser construída pelo consórcio Alusa/Galvão Engenharia, com investimento previsto de US$ 350 milhões.

SUAPE GLOBAL

O projeto Suape Global, lançado em dezembro do ano passado pelo governo de Pernambuco para atrair empresas dos setores de petróleo e gás, naval e offshore, está apresentando os primeiros resultados. Ontem, o diretor da Prestação de Serviços Industriais, Eduardo Salim Hamdan, esteve na Secretaria de Desenvolvimento Econômico para assinar o contrato de venda do terreno de dois hectares, onde será implantada a nova filial da empresa. A RIP e a Alphatec1 – fabricante de tubulações e estruturas de aço – são as duas primeiras empresas a encampar o projeto Suape Global.

Pertencente ao Grupo Thyssen Crool, a RIP presta serviços de instalação e montagem industrial, além de fornecer materiais de isolamento térmico e acústico. Com previsão de inaugurar no final deste ano, a filial terá investimento de R$ 6 milhões e gerar 1,5 mil empregos.

Publicado em 11.06.2009 no JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email